Solar do Barão de Carapebus (Asilo do Carmo)

Solar do Barão de Carapebus (Asilo do Carmo)

Localizada na Av. 28 de Março, à direita de quem segue em direção à praia do Farol de São Tomé, a antiga Casa de Engenho de Santo Antônio, ou Casa da Fazenda Grande do Beco, é uma das mais significativas construções de Campos no gênero da fase áurea do ciclo da cultura do açúcar.

Sua construção data do início do século XIX, por iniciativa de Joaquim Pinto Neto dos Reis, primeiro Barão de Carapebus e também primeiro promotor público de Campos. No dia 4 de novembro de 1846, realizou-se em seu pátio um baile em honra ao Imperador D. Pedro II, em sua primeira visita a Campos. O imperador visitaria o solar outras vezes, numa época inesquecível da aristocracia rural.

Junto à casa grande, encontram-se uma capela e um salão de festas. O campanário (sino) existente ao lado é típico da época, e as 14 janelas em seu frontão conferem o mesmo aspecto.

Um de seus quartos tem as paredes forradas de jacarandá, os claustros internos de uma beleza ímpar, com magníficos salões de tetos trabalhados e belíssimos assoalhos de peroba.

O solar foi tombado pelo SPHAN em 19 de fevereiro de 1940.