Denancy Mello Anomal

DENANCY MELLO ANOMAL

Denancy Mello Anomal nasceu em Vila Nova, distrito de Campos dos Goytacazes, a 24 de outubro de 1918, sendo filho de Cornélio de Souza Anomal e Ottília Mello Anomal. Faleceu em 1980.

No ano de 1932, mudou-se para Campos dos Goytacazes para continuar os estudos, iniciados no interior, matriculando-se no Instituto Comercial de Campos, onde se formou em Contabilidade. Assim que terminou o curso, assumiu a chefia da Seção de Contabilidade do Centro de Saúde de Campos.

É considerado um dos mais autênticos artistas plásticos da região. Autodidata, aliou-se à Escola Acadêmica e, como documentarista sensível, pintou tudo que considerava história – Cais da Lapa, igrejas, casarões, Pontal de Atafona, o Rio Paraíba – todos a óleo sobre tela.

Também se destacou como exímio marceneiro e carpinteiro, confeccionando, ele próprio, todas as as telas e móveis de seu atelier.

Dedicou-se também à poesia, tendo deixado um punhado de trovas e sonetos, segundo palavras do professor Walter Siqueira. Pertenceu à Academia Pedralva de Letras e Artes e à União Brasileira de Trovadores – UBT. Foi um orquidófilo atento a seu jardim.

A Câmara Municipal prestou-lhe homenagem, nomeando rua, no Jardim Guarus.

O nome de Denancy Anomal consta do Dicionário de Artistas Plásticos Brasileiros.